20090515


Palavras que não saem, sorriso que não irradia, mente que não pensa, lágrimas que correm, amor que desaparece.
Como é que um sonho se transforma neste inferno, vejo o fim nos teus olhos, no teu repulso, nas tuas palavras. A indiferença preside. Parece sempre que é a primeira vez.
O teu toque não é o mesmo, o teu beijo não transmite segurança, o teu “amo-te” não é real.
Mais uma vez.

2 comentários:

  1. Sofrer não é solução!

    ResponderEliminar
  2. escreves tao bem silvia :)

    ResponderEliminar