20100905

Refugio-me na escrita porque existem muitas coisas que a minha forma de ser não permite que eu diga. Lamento não conseguir, caso conseguisse, tenho a certeza que cada momento contigo seria ainda melhor, ainda mais sentido.
Á uns meses atrás achava-me capaz de ser feliz sozinha, que tolice a minha, ninguém é feliz sem uma cara-metade, sem alguém que nos acaricie nas noites chuvosas de Inverno ou alguém que nos sopre na barriga nas manhãs quentes e soalheiras de Verão.
Andava triste e vidrada, sem objectivos nem ambições, até que tu despertaste a minha curiosidade de mulher. As tuas distintas e belas feições, todo o teu jeito, fizeram-me levantar a moral. Amo a forma como olhas para mim quando digo asneiras e os nervos que sentes quando tento estragar os momentos bonitos. Apesar do pouco tempo, sinto que te conheço á meses e que posso depositar em ti toda a minha confiança, todos os meus sonhos antigos e futuros. È verdade, eu imagino-nos num futuro, num bonito futuro.
Só me resta agradecer-te tudo o que tens feito por mim, a beleza da nossa relação, das nossas conversas, dos nossos momentos, toda a tua beleza… Trouxeste-me animo, vontade, felicidade e o principal, amor.
Quatro meses depois, ainda me espanta o facto de existires, o facto de estares comigo.
Até já meu amor.

7 comentários:

  1. esta lindo..ainda bem que ele apareceu :)
    fico feliz por ti !

    ResponderEliminar
  2. Muito Bonito :)
    Felicidades, tu mereçes ;)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Que bonito (:
    É tão bom quando nos sentimos assim e é tudo por causa de uma pessoa.

    ResponderEliminar